Matrix, mito da caverna, filosofia e pensar!

Em 1999, o cinema americano produziu Matrix (The Matrix, EUA, 1999), um filme, originalmente visto como um filme de ação, subestimado, mas que levou fez milhares da fãs mundo todo, tornando-se uma referência não apenas para outras produções cinematográficas, mas para pensadores.

Repleto de referência sobre o pensamento filosófico grego, o filme traz nomes e diálogos, cenas, efeitos visuais, fotografias, que nos fazem refletir.

Há um momento em que Morpheus (na mitologia grega é o deus dos sonhos e filho de Hipno – interpretado por Laurence Fishburne) leva Neo ( interpretado por Keanu Reeves) até Oráculo e ela lhe mostra a frase conhece-te a ti mesmo. Máxima grega, atribuida a muitos filósofos, mas utilizada por Sócrates (c. 470-399 a. C.), a quem é atribuída grande contribuição ao pensamento filosófico moral e ético. Por causa dele, as pessoas passaram a se interessar e estudar não apenas a realidade exterior (questões sobre a natureza, os astros etc.), mas também a interior (questões relativas ao ser humano, como política, educação, organização social, comportamento).

De forma simples, são três máximas da filosofia grega: 1) Conhece-te a ti mesmo; 2) Só sei que nada sei e 3) A vida sem reflexão não vale a pena ser vivida.

Pois bem… trouxemos hoje um trecho do filme Matrix, para pensar. Se quiser assistir inteiro tem no Netflix, ou em qualquer locadora física ou digital. Já é um clássico moderno!

A cena escolhida, traz a metáfora da pílula vermelha como o aceitar a busca pela verdade. nela além de “conhece-te a ti mesmo” também podemos inferir, um “só a verdade vos libertará”.

Divirta-se e até a próxima dica.

Projeto RH GOLIN

Amanda S.C. Fernandes – Gerência RH
Luciana Germano – Conteúdo Institucional
Márcia Borlenghi – Design, revisão e curadoria conteúdo cultural

A vida sem reflexão não vale a pena ser vivida, conehece-te a ti mesmo, Matrix

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.